segunda-feira, 14 de maio de 2012

Mesmo com avaria Lobo Marinho mantém as viagens

Apesar da máquina de bombordo do Lobo Marinho ainda se encontrar avariada, o navio ontem efectuou a viagem ao Porto Santo assim como hoje apenas com uma máquina, Para ajudar as manobras nos Portos do Porto Santo e do Funchal foi solicitado um rebocador da Apram, nesta caso, e no Porto Santo, o Cmte Passos Gouveia. Como é natural o duração da viagem é um pouco maior, cerca de 50 minutos mais, mas é preferível assim a uma quebra das ligações. A viagem é sempre efectuada nas condições máximas de segurança estando autorizada  pela Capitania do Porto do Funchal







video
Copyright fotos: Elvio Leão

8 comentários:

  1. O que faz isto é não haver alternativa maritima, quando avaria ou vai à revisão, ficamos à deriva, e quanto a segurança, tenho muitas duvidas, já pensaram se há avaria no outro motor?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia, temos que ser realistas, e a verdade é que a linha do Porto Santo não comporta dois navios. Quanto à segurança já viu quantos navios andam por esse mundo fora só com uma maquina. Se calhar tantos como com duas maquinas, por exemplo o "Funchalense 5" o "Madeiro" o Ponta de são Lourenço" e dava-lhe um sem numero de exemplos. Obrigado por comentar
      Elvio

      Eliminar
    2. Maria, suster 2 ferrys na linha do Porto Santo seria complicado em grande parte do ano (A não ser que passe a haver um volume de tráfego anormal de repente para aquela ilha o que não estou a ver como). Existe a hipótese sim de arranjar outro ferry que fizesse linhas para o exterior e pudesse acudir na linha do Porto Santo sempre que possivel mas isso implicaria sempre cancelar viagens para outros sitios e transtorno para passageiros com outros destinos também. Ter um ferry parado "na garagem" à espera que aconteça algum problema com o ferry que estiver em serviço também não é obviamente viável. Volto a dizer que concorrência na linha ferry regular para Porto Santo podia resultar na "morte dos 2 (ou mais) artistas" sendo que é sempre melhor ter "1 artista" do que depois nenhum. Existe ainda a hipótese de fazer o que as companhias aéreas fazem quando de repente avaria um avião e tão apertadas de frota, que é fretar outro. Mas tudo isso tem custos pois quem os aluga não é a Santa Casa da Misericórdia. Todo o custo adicional mais tarde é disseminado pelo consumidor.

      Eliminar
    3. Isso mesmo, não é de todo viável ter um outro navio a operar seja em regime de concorrência seja como complemento, e é preciso ter em conta que ferry para afretamento não se arranja assim de uma hora para outra, isso por vezes tem negociações demoradas. Os custos de ter um ferry para só para viajar em avarias e docagens do Lobo Marinho,seria obviamente insustentável. Talvez um dia se o Porto Santo tiver uma outra procura turistica poderão haver dois ferries a operar, cruzando-se nas viagens, ou seja saindo os dois à mesma hora mas um do Porto Santo e outro do Funchal. Enfim um sonho de qualquer portossantense que quem sabe um dia ainda distante será real. Até lá é já difícil manter um ferry quanto mais dois.
      Obrigado por comentar
      Elvio

      Eliminar
  2. Hola Elvio,
    Magníficas fotografías y muy buena la redacción de la noticia. Si no te importa ¿podría utilizar algunas de tus fotografías del "Lobo Marinho" para un reportaje en mi blog?
    Gracias y un saludo, amigo.

    ResponderEliminar
  3. Bom dia. Sim claro que pode usar as fotos. Até posso fazer como faço com o Manuel, com o Marcelo etc. envio fotos dos navios que cá vem, apesar de pouco.
    Envio-me o seu email.
    Salutos
    Elvio

    ResponderEliminar
  4. Hola Elvio, puedes envíarlas a wwferry.blogspot@gmail.com
    Saludos.
    Álvaro

    ResponderEliminar