sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Bremen de volta ao Porto Santo

Depois de seis anos de ausência, o M/S Bremen  da Hapag Lloyd, voltou ao Porto Santo,. O M/S Bremen saiu do funchal ontem ás 13, tendo rumado as ilhas Desertas, habitat do lobo marinho, onde permaneceu ate o inicio da noite, tendo então partido rumo ao Porto Santo onde atracou ás 23.30h.
Transportando 146 passageiros em transito, o M/S Bremen está a fazer um cruzeiro de 12 noites e 13 dias que se iniciou em Lisboa e terá o seu fim em Safi, para onde ruma quando deixar o Porto Santo ás 18h.















No seu itinerário foram visitadas a algumas ilhas açorianas, a Madeira e Porto Santo.


A ultima vez que o M/V Bremen esteve no Porto Santo, data de 22 de Outubro de 2011,  onde, tal como hoje o tempo estava magnifico, num dia sem vento, com muito sol e temperatura muito agradáveis.








Características 
Nome: BREMEN.
Tipo: Passageiros/Cruzeiro.
IMO: 8907424.
Indicativo: C6JC3.
MMSI: 308429000.
Bandeira: Bahamas.
Porto de Registo: Nassau.
Número Oficial: 716244.
Donos e Operadores: Hapag-Lloyd Kreuzfahrten- Hamburgo, Alemanha.
Classe: Germanischer Lloyd.
Ano de Construção: 1990.
Estaleiro: Kobe Heavy Industries Ltd.- Kobe, Japão. Casco#1182.
Comprimento Fora a Fora: 111,51 metros.
Boca Máxima: 17,25 metros.
Calado: 4,80 metros.
Arqueação Bruta: 6,752 toneladas.
Porte Bruto: 1,226 toneladas.
Número de Convés: 7. Número de Cabines: 82. Número de Camas: 164. Número de Tripulantes: 94.
Potência de Máquinas: 4,854 kW (6,600 hp), 720,00 rpm. 2 hélices CP, 156,00 rpm.
Velocidade de Serviço: 16,00 nós.
Velocidade Máxima: 17,50 nós.
Potência de Máquinas Auxiliares: 1,650 kW.
Potência de Geradores Auxiliares: 2,500 kW.
Potência de Thruster: 382,00 kW (519,00 bhp).
Nomes Anteriores. Frontier Spirit (07/1990-09/1993).




quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Transporte de duas das maiores gruas hidráulicas do mundo.

No final de agosto, duas das maiores gruas hidráulicas do mundo foram entregues na Bélgica, Antuérpia e Ghent.



Foto : mantsinen.com


Os dois guindastes “Mantsinen 300” pesam 800 toneladas e foram transportadas da Finlândia totalmente montadas e prontas para operação usando um navio ro-ro para cargas pesadas.
As gruas  “Mantsinen 300” foram concebidas  especificamente manusear cargas a granel em navios de tamanho até  Panamax.


Apesar do seu tamanho, as “Mantsinen 300” funcionam de forma rápida e precisa, como máquinas de manipulação cargas de povo volume


As  “Mantsinen 300” estam equipadas com um novo sistema de economia de energia HybriLift® de última geração patenteado que permite até 50% de economia de energia.


terça-feira, 17 de outubro de 2017

Paquetes no Funchal

Ainda o sol nao havia nascido e jaá o "MSC Fantasia" manobrava no porto do Funchal.
No cais norte, acabado também de atracar esta o "AIDAsol",  e no sul alem do "Lobo Marinho", está o "Mein Schiff 4", que tinha chegado ontem e tem partida agendada para amanha ás 14h.








© Fotos: João Conceição

NRP João Roby no Porto Santo

A corveta NRP João Roby encontra-se atracada no molhe comercial do porto do Porto Santo,onde abasteceu de gasóleo.



Com o numero de costado  F487 a NRP "João Roby  é uma corveta da classe "Baptista de Andrade", , sendo a segunda de quatro.





 A primeira é a "Baptista de Andrade" que deu o nome á classe, "João Roby","Afonso Cerqueira" e "Oliveira e Carmo". Foi construída nos estaleiros da Factoria de Cartagena, e entregue à Marinha em 18 de Março de 1975.








CARACTERÍSTICAS
Deslocamento  1380t
Comprimento   85m
Boca Máxima    10,3m
Calado  3,3m
PROPULSÃO
​Velocidade Máxima       23nós​
GUARNIÇÃO
Oficiais 7
Sargentos           14
Praças   50
Total      71
ARMAMENTO
1 peça de 100mm Creusot-Loire
2 peças Boffors de 40mm/70
EQUIPAMENTOS
1 radar de navegação KH5000 Nucleus
1 radar de navegação Racal Decca RM 316P
Lançamento à água: 03-Jun-1973
Entrada ao serviço: 18-Mar-1975

quinta-feira, 12 de outubro de 2017

O regresso do Funchalense 5

Depois de há mais de um ano, ter deixado de fazer viagens regulares ao Porto Santo, sendo na altura substituido pelo "Laura S", o porta contentores da Empresa de Navegação Madeirense, "Funchalense 5" voltou á ilha dourada  desta vez substituindo o "Laura S" que foi colocado na linha dos Açores. o "Maria P", que fazia a linha dos Açores agora faz a linha da Madeira em substituição do "Laura S"










O "Funchalense 5" atracou ás 20h de saiu as 23.30h para Lisboa, depois de concluídas as operações de carga e descarga






Laura S na Graciosa, foto Manuel Bettencourt

terça-feira, 3 de outubro de 2017

Lobo Marinho transporta passageiros dos aviões

O ferry da Porto Santo Line. Lobo Marinho saiu do Funchal ás 16.30 rumo ao Porto Santo, afim de transportar passageiros de aviões que divergiram para o Porto Santo, e  que ficaram retidos na ilha, devido ás condições de vento forte que tem condicionado a operacionalidade do Aeroporto Cristiano Ronaldo,
Deverá chegar ao Porto pelas 19h e sairá para o Funchal logo que termine a operação de desembarque e embarque dos passageiros e respectivas bagagens.


Navio de cruzeiro movido a hidrogénio liquido

A Viking Cruises  anunciou  sexta-feira na conferência Safety at Sea realizada em Haugesund, na Noruega, que está desenvolvendo um projecto que  se tornará o primeiro navio de cruzeiro do mundo alimentado por hidrogênio líquido.
.
Viking Sun https://www.vikingcruises.com/oceans/ships/viking-sun.html
O navio de cruzeiro movido a hidrogênio será construído com base em projetos de cruzeiros existentes, como o Viking Sun. Terá cerca de 230 metros de comprimento e acomodará mais de 900 passageiros e uma equipe de 500 tripulantes.A Viking Cruises tem trabalhado com o Registro Internacional de Navios da Noruega neste e em vários outros novos projetos nos últimos anos. Se for desenvolvido, o novo navio será registrado na Noruega




Até agora, o hidrogênio líquido nunca foi usado como combustível marinho, sendo o principal desafio técnico manter o combustível  253 graus negativos para evitar que ele se evapore. Uma célula de combustível converterá o hidrogênio em eletricidade para propulsão e energia elétrica a bordo. O hidrogênio também é um gás muito explosivo, e a proteção contra vazamentos de gás é uma parte importante dos requisitos de segurança para o combustível.
Atcualmente, o hidrogênio líquido não é produzido em grande escala na Europa, mas Serge Fossati, gerente de projeto da Viking, explicou que o Viking Cruises está a negociar com a Statoil para encontrar uma solução baseada em uma refinaria norueguesa. 
O hidrogénio liquido, e um combustível com zero emissões pelo que é uma boa alternativa aos combustíveis pesados usados actualmente pelos grandes navios, que sao baratos, mas altamente poluentes.