domingo, 21 de outubro de 2018

Wärtsilä inaugura primeiro centro híbrido do mundo


O grupo de tecnologia Wärtsilä inaugurou o primeiro Centro Híbrido, no mundo.
A instalação representa um conceito inovador que permitirá o desenvolvimento e a implantação do módulo de energia híbrida Wärtsilä HY, ao mesmo tempo em que oferece aos clientes a possibilidade de experimentar os benefícios do sistema.

Será também usado para treinar técnicos. A cerimonia de inauguração foi no passado dia  17 de Outubro

Veja Tambem Ferry Hibrido


O centro, localizado em Trieste, na Itália, é o primeiro centro híbrido em escala real do mundo e é composto por um motor, baterias, acionadores de energia, um simulador de carga de hélice utilizando um motor elétrico, uma tomada de força / motor a motor, juntamente com o sistema de gestão de energia, o 'cérebro' do Wärtsilä HY. O sistema é capaz de simular dados operacionais, o que permitirá a otimização do sistema híbrido para alcançar níveis sem precedentes.

O investimento proporcionará aos proprietários e operadores a oportunidade de conhecer e se familiarizar com o Wärtsilä HY, acelerar a introdução de tecnologias híbridas no mercado marítimo, aumentando assim a sustentabilidade ambiental do transporte marítimo. Testes bem-sucedidos já foram realizados no procedimento de inicialização elétrica patenteado da Wärtsilä, utilizando a energia das baterias para fornecer o arranque sem fumo do motor principal.
Foto Wartsilla.com


“O conceito Smart Marine da Wärtsilä para proporcionar maior eficiência, segurança e sustentabilidade é mais uma vez demonstrada com este inovador Centro Híbrido. Este conceito único mostra claramente o compromisso que temos de liderar o setor em direção a um futuro mais limpo e mais económico ”, afirma Stefan Wiik, vice-presidente da Marine Power Solutions, Wärtsilä.

 Veja Tambem Encomendado o maior navio híbrido do mundo

Além de ser usado para validar tecnologias híbridas, o centro também receberá grupos de clientes para aprender em termos práticos os aspetos técnicos do Wärtsilä HY, bem como os benefícios de valor agregado que ele oferece. Além disso, a energia gerada pelo centro será fornecida à rede da fábrica para fornecer energia sustentável às instalações de produção da empresa.

Fonte//wartsila.com




terça-feira, 16 de outubro de 2018

PGS avança conceito de limpeza de plástico no oceano


A Petroleum Geo-Services (PGS) desenvolveu um conceito de recolha de plástico no oceano que está preparando para um teste piloto em escala real. O conceito usa uma cortina de bolhas para trazer plástico para a superfície, bem como as capacidades inerentes dos navios sísmicos para recolher o lixo.


A PGS encomendou um estudo a um consultor independente usando fundos recebidos do banco norueguês de desenvolvimento e investimento Innovation Norway, e o consultor concluiu que as densidades dos micro-plásticos pelágicos são muito baixas e que a recolha do plástico á superfície é pouco eficiente em pleno oceano. No entanto, o sistema pode ser adequado onde as densidades são maiores devido aos fluxos de escoamento e rios durante as estações chuvosas. Essas condições incluem o Golfo do México, o Mar do Caribe e a costa oeste da África na parte do Atlântico Norte.

 Veja Tambem Navio do futuro no presente

A PGS está agora fazendo com um estudo técnico mais detalhado que incluirá considerações teóricas de engenharia e hidrodinâmica. O estudo conta com parceiros e fornecedores em potencial para o fabrico do equipamento, a cortina de bolhas e a unidade de recolha. A empresa procurará encontrar financiamento para um teste piloto em grande escala.



Com base nas recomendações do estudo de viabilidade, este piloto em escala real envolveria um único navio sísmico rebocando um engenho com uma saia com uma cortina de bolhas que conduz o plástico à superfície para a recolha num saco permeável. O projeto piloto seria feito no mar, durante um período de aproximadamente dois meses no Atlântico ou no Caribe.

 Veja Tambem Vanguard transporta Costa Concordia

O teste verificará a eficiência do conceito de recolha, e facilitará a pesquisa sobre a densidade e o tipo de plásticos presentes assim como irá monitorizar as capturas acidentais de organismos marinhos. Particularmente preocupante são as espécies comerciais e vulneráveis, que podem ser afetadas nos diferentes estágios da vida, bem como as esteiras de Sargassum (macroalgas marrons flutuantes) que são consideradas habitats de peixes.




sexta-feira, 12 de outubro de 2018

Furacao Leslie obriga Lobo Marinho a cancelar viagens

Devido á passagem do furacão Leslie nas proximidades da Região da Madeira, e consequente agravamento do estado do tempo, com previsão de vento forte de sul e ondulação forte, o ferry "Lobo Marinho" cancelou as viagens previstas para sábado dia 13 de Outubro.

Veja Tambem Lobo Marinho, 10 anos a navegar

Deverá retomar a ligação com a ilha dourada no domingo, se as condições de tempo o permitirem

Balearia substitui motorização de cinco navios ferry



A Balearia vai receber um subsidio da União Europeia  de 11,7 milhões de euros para a substituição dos motores de cinco navios da sua frota, cumprindo os novos regulamentos  que entram em vigor em 2020 que obriga fim dos combustíveis pesados e a implementação do uso de gás natural liquefeito para reduzir as emissões poluentes.
Foto Balearia


 Três deles, "Martin i Soler", "Bahama Mama" e "Abel Matutes" são construções novas e os dois restantes, o"Napoli" e o "Sicilia", são navios já com 16 anos.

 Veja TambemNavios ecológicos, Futuro no Presente

A Balearia solicitou um subsídio de 15 milhões de euros da UE, através dos fundos do MIE (Mecanismo Interligar a Europa) e o montante concedido representa 20% do investimento previsto, de acordo com a Balearia. O primeiro dos cinco navios que terá os motores substituídos será "Nápoles", o que deverá acontecer a partir de Novembro próximo

A partir de 2020, as companhias de navegação que operam na União Europeia e as águas da Zona Económica Exclusiva serão obrigados a utilizar combustíveis com baixo teor de enxofre, se bem que, por enquanto, não se nota grandes mudanças nas frotas, e como estamos apenas a um ano e dois meses do prazo, não parece que a medida entre em vigor em pleno.

Fonte//Puentedemando

300x250_Cruzeiros_Campaign

terça-feira, 9 de outubro de 2018

Estreia do Europa II no Porto Santo


O Porto Santo recebeu hoje pela primeira vez o luxoso navio de Hapag-Lloyd, Europa II.



Proveniente do Funchal onde pernoitou, o “Europa II” fundeou ás 09h, tendo de imediato colocado as baleeiras na agua para efetuar o transbordo dos passageiros.


O navio está vocacionado para cruzeiros de luxo em sítios muito diversificados, Caraíbas, África, Índia, Mediterrâneo e muitas outros destinos exóticos



Veja Tambem Quest of Adventure no Porto Santo


Ás 14h zarpou para  Arrecife de Lanzarote



Características

Proprietário       Hapag-Lloyd
Operador            Hapag-Lloyd
Fabricante          STX Europe, Saint-Nazaire, France
Assentamento da quilha    7 de fevereiro de 2012
Lançamento      6 de julho de 2012
Batismo               26 de abril de 2013
Viagem inaugural            11 de maio de 2013
Porto de registo              Valletta, Malta
Tipo de navio    Transatlântico/Cruzeiro
Deslocamento  42830 t
Comprimento   225,62 m
Boca      26,70 m
Calado  6,3 m
Propulsão           2 azipods
Velocidade         21 nós
Tripulação           370
Passageiros        516



segunda-feira, 8 de outubro de 2018

Artania no Porto Santo


O navio "Artania"da Phoenix Cruises, escalou hoje o Porto Santo, proveniente de Ponta Delgada. O Artania, fundeou ás 7.00h e levantou ferro rumo ao Funchal ás 16h. 







 Veja Tambem Artania em Porto Santo 



Infelizmente a sua estada do Porto Santo foi marcada pela chuva que teimou em cair na parte da manha, passando a um sol radioso logo depois. Devido às suas dimensões o navio não tem possibilidade de atracar no porto da ilha, ficando fundeado ao largo, e sendo o transbordo efetuado pelas baleeiras do navio, como é usual nestas situações.



Veja Tambem Porto Santo como destino de cruzeiros

 Mais uma vez é de salientar que, apesar das reduzidas dimensões do porto assim como a sua pouca profundidade, o Porto Santo pode ser um destino de cruzeiros de pequenas e médias dimensões.








Nomes anteriores

Real Princess (1984-2005)
Artemis (2005-2011)
Artania (2011-atual)

Proprietários:   

P & O Princess Cruises (1984-2003)
Carnival Corporation & plc (2003-2011)
Artania Shipping ( 2011- atualmente)

Operadores:     

Princess Cruises (1984-2005)
P & O Cruises (2005-2011)
Phoenix-Reisen (2011-atualmente)

Porto de registro:          

Reino Unido Londres, Reino Unido (1984-2005)
Bermudas Hamilton, Bermuda (2005-2016)
As Bahamas Nassau, Bahamas (2016-atualmente)
Construtor: Wärtsilä Helsinki Shipyard , Finlândia
Lançamento: 18 de fevereiro de 1984
Viagem inaugural:19 de novembro de 1984

Características gerais

Indicativo C6CY5
Número IMO :  8201480
Número MMSI : 311000608
Tonelagem:      
44,348  GT
5,580  DWT
Comprimento:  230,61 m
Boca 32,2 m
Calado  7,80 m
Decks:  8
Motorizaçao :    4 × Wärtsilä 12V32 27840 kW
Velocidade: 22 nós
Passageiros  1260           
Tripulantes 537

Veja Tambem Amadea escala a ilha Dourada






domingo, 7 de outubro de 2018

Volcan de Teno na ligaçao Gran Canaria/Tenerife


Para competir com a companhia rival Fred Olsen lines, na ligação ferry entre Grã Canaria e Tenerife a Naviera Armas colocou o fast ferry” Volcan de Teno” da ligação Las Palmas de Grã Canaria /Santa Cruz de Tenerife. O Volcan de Teno efetua 4 travessias diárias com duração aproximada de 2 horas, contra as cerca de 4 horas nos ferries convencionais.


A Fred Olsen Line já efetua há muitos anos o mesmo tipo de ligação com a mesma frequência, mas a partir do pequeno porto de Agaete situado na costa noroeste de Grã Canaria, que fica mesmo em frente de Santa Cruz de Tenerife efetuando a ligação em  cerca de uma hora e quinze minutos.

Veja  Tambem “Betancuria Express” começa a operar a 15 de Outubro

Este tipo de navios está a ser cada vez mais utilizado e ligações “curtas” e a  , Naviera Armas que ate há dois anos só operava com navios convencionais, rendeu-se á operacionalidade  deste navios e á concorrência da Fred OlsenLines  adquirindo recentemente 3 ferries, Volcan de Teno, Volcan de Tirajana e o Alboran, estando a ser construído um quarto ferry na Incat que deverá ser entregue em breve

Volcan de Teno

Comprimento: 95,47 m
Boca: 26,60 m
Calado: 4,00 m
Potência propulsora: 7080 kw at 1030 rpm c/u. / 28320 km total
Velocidade de serviço: 38 nos
Capacidade de passagem: 966 passajeiros
Capacidade de carga: 290 veículos
Data de entrada ao serviço: 2017


Veja Tambem Fast ferry das Lineas Fred Olsen





Está garantido o financiamento para o primeiro sistema de injeção de hidrogênio do Reino Unido num ferry


A Innovate UK aprovou um financiamento de  £ 430.332 ($ 565.000) para projetar e executar um sistema de injeção de combustível duplo a diesel/hidrogénio num ferry.

O navio Shapinsay   Foto David Hibbert


O hidrogênio a ser usado no projeto será produzido pelo Centro Europeu de Energia Marinha (EMEC) em Orkney, a partir de fontes de energia limpa e renováveis disponíveis nas ilhas e irá abastecer o ferry que opera entre a cidade principal de Kirkwall e a ilha de Shapinsay.

 Veja tambem Kawasaki Heavy Industries desenvolve navio para transporte de hidrogenio

O projeto  HyDIME (injeção de hidrogênio diesel em ambiente marinho) terá a duração de 12 meses está sendo liderado pela Ferguson Marine Engineering Limited, e será executado por um consórcio formado pelo Orkney Islands Council, Instituto de Produção Sustentável de Alta Velocidade (HSSMI), EMEC e Lloyds Register. O projeto aplicará, com a Ultra Low Emission Mileage Company, uma tecnologia globalmente exclusiva em combustível dual a hidrogênio.  

O hidrogênio como combustível está se tornando cada vez mais popular como uma alternativa aos combustíveis fósseis, e a tecnologia de injeção de hidrogênio / diesel já está sendo usada na indústria automovel.

 Veja Tambem Porta contentores movido a hidrogenio

A Orkney vai usar as suas infraestruturas para produzir hidrogênio completamente verde. Na Ilha de Eday, muitas vezes há um excedente de eletricidade renovável. Em vez de ser desperdiçada, alimenta um eletrolisador localizado na instalação de testes de marés do EMEC. O eletrolisador separa o hidrogênio e oxigênio da água, o primeiro dos quais pode ser armazenado e transportado.

Como parte integrante do projeto, a HSSMI realizará uma avaliação técnico-econômica do sistema atual e de possíveis cenários futuros. O objetivo é determinar se existem outras regiões do Reino Unido onde uma infraestrutura de produção de hidrogênio semelhante poderia ser implementada.


Fonte// MaritimeExecutive


sexta-feira, 5 de outubro de 2018

SunStone encomenda segundo navio de cruzeiro de expedição de classe de gelo


A SunStone Ships, proprietária de navios de cruzeiro de expedição, com sede em Miami, vai construir mais um navio de expedição classe de gelo no estaleiro da China Merchants Heavy Industry.



Em 2017, a SunStone assinou um contrato com a CMHI para  a construção de um único navio de expedição da classe de gelo, a ser construída pela CMHI na China, mas com a  opção de um  total de nove embarcações.
A Ulstein Design & Solutions AS é responsável pelo design e equipamento das novas construções. As embarcações terão o design de casco X-Bow patenteado da Ulstein, representando uma novidade para a indústria de cruzeiros.

Veja Tambem Ulstein Group entregou "Island Venture"

A construção do primeiro navio , batizado de  "Greg Mortimer", já esta em andamento na CMHI, com entrega prevista para o quarto trimestre de 2019. Após a entrega, será afretado pela Aurora Expedition da Austrália, que também afretará o segundo navio que tem a entrega prevista mara Agosto de 2020

Os navios são construídos segundo o projeto ULSTEIN CX103, e têm 104,3 metros de comprimento e 18,4 metros de largura. A capacidade de passageiros variará de 130 a 200 e  85 a 115 tripulantes. O casco será construído de acordo com o Código Polar 6, com sistema de posicionamento dinâmico e estabilizadores de velocidade zero.
A Ulstein é responsável por todo design e todos os equipamentos principais.

"Decidimos fazer parceria com a Ulstein devido ao seu casco e ao projeto técnico, bem como à sua equipe local na China para supervisionar a produção", disse Niels-Erik Lund, CEO da SunStone Ships ao anunciar o primeiro navio. Ele declarou: “Era de extrema importância que desenvolvêssemos um navio de cruzeiro de expedição de alta qualidade e com design e tecnologia comprovados. Ulstein  já projetou mais de 105 navios com o design X-BOW. Estes cascos foram desenvolvidos para condições meteorológicas adversas, alto conforto e grande eficiência de combustível.

Veja Tambem A Lindblad Expeditions encomenda novo navio


Fonte//gcaptain


quinta-feira, 4 de outubro de 2018

Navio "Alta" avariado a 1380 milhas das Bermudas

O navio de carga geral  “Alta”de  bandeira tanzaniana teve uma avaria na maquina quando navegava a aproximadamente 1,380 milhas a sudeste das Bermudas, O navio deslocava-se da Grécia para Haiti e tem 10 tripulantes a bordo

Foto Guarda Costeira EUA

Segundo informação da tripulação tinham comida suficiente para dois dias e água para 15 dias, pelo que a Guarda Costeira dos EUA , conseguiu entregar comida suficiente para uma semana na tarde de terça-feira. Lançada por para quedas de  bordo de um avião Hercules HC-130 da Estação Aérea de Elizabeth City, na Carolina do Norte,

Veja Tambem Ferry "Regina Seaways" com incêndio no Baltico

Foto Guarda Costeira EUA


O armador contratou um rebocador que irá rebocar o navio para Saint Maarten, devendo chegar à localização do “Alta” na próxima semana.